Dieta Paleolitica

DIETA PALEOLÍTICA

A dieta paleolítica surgiu nos anos 70 nos Estados Unidos e começou a ganhar maior destaque no final da década de 80.

A dieta propõe um padrão alimentar semelhante àquele existente antes do surgimento da agricultura.

Os criadores da dieta paleolítica acreditam que após o desenvolvimento da agricultura, aconteceram mudanças significativas nos hábitos alimentares das civilizações modernas e essas mudanças seriam as principais responsáveis por doenças como diabetes e câncer.

O que comer

  • Carne (de preferência vinda de animais que pastam)
  • Peixe e frutos do mar
  • Frutas frescas
  • Vegetais frescos
  • Ovos
  • Nozes e sementes
  • Tubérculos
  • Óleos saudáveis

Não comer

  • Grãos e cereais
  • Leguminosas
  • Leite e laticínios
  • Açúcar refinado
  • Alimentos industrializados
  • Óleos vegetais refinados
  • Doces, frituras, junkfood

A dieta paleolítica ela elimina ou restringe da sua dieta fontes de inflamação e alergia, promove o controle da glicose e insulina no sangue, melhora a digestão e absorção dos alimentos, altamente nutritiva, sacia mais com menos calorias.

Dieta Paleolítica por 30 dias

.

Passo #1 – Engatinhando

Para começar na dieta paleolítica, o primeiro passo é eliminar, cortar ou reduzir ao máximo as seguintes 3 coisas da sua vida:

  • Açúcar refinado
  • Farinha de trigo
  • Óleos vegetais poli-insaturados

Basicamente isso significa parar de comer fritura, pão, massa, doces e refrigerantes.

Cortando estes três elementos, mesmo que você não mude mais nada já vai emagrecer rápido e sua saúde vai melhorar.

Passo #2 – Acelerando

No passo 2, você vai cortar da sua alimentação por 10 dias:

  • Arroz e feijão
  • Leite e laticínios(exceto manteiga e creme de leite)
  • Adoçantes

Passo #3 – Ajuste Fino

1) Suplemente

2) Durma mais e melhor

Procure dormir 8 horas por dia. Seu corpo vai agradecer.

 

Aqui vão alguns lembretes para você comer de acordo com a dieta paleolítica:

Suas refeições devem ser ricas em gordura, moderadas em proteína animal e moderadas ou pobres em carboidratos.

Não tenha medo de gordura saturada, como óleo de coco, manteiga ou ghee.

Azeite, óleo de abacate e macadâmia também são boas fontes de gordura para serem usadas em comida, mas não para cozinhar.

Banha de porco pode ser uma boa alternativa, mas somente se vier de animais saudáveis e bem tratados.

Consuma uma boa quantidade de proteína animal. Isso inclui carne vermelha, frango, porco, ovos, peixes e frutos do mar.

Consuma bastante vegetais: frescos ou congelados, crus ou cozidos. Batata-doce e inhame são ótimas fontes de carboidratos.

Coma frutas e nozes em quantidades moderadas. Dê preferência para frutas com pouco açúcar, como morangos, e nozes e sementes com pouca gordura poli-insaturada, como as macadâmias.

Elimine completamente o consumo de óleos vegetais hidrogenados e parcialmente hidrogenados.

Elimine o açúcar refinado, refrigerantes e sucos. Via de regra, se vier em uma caixa, não coma.

Corte os cereais e leguminosas da sua dieta. Isso inclui trigo, arroz, soja, feijão e milho.

Corte o leite e os laticínios, com exceção talvez da manteiga e do creme de leite.

Esqueça essa coisa de 3 refeições por dia. Coma quando estiver com fome e fique à vontade para combinar jejum intermitente com a dieta paleolítica.

 

CONTATO

Deixe uma resposta